quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

MINHA HISTÓRIA DE AMOR

Quando nos beijamos  a primeira vez
Os desejos impulsivos de meu ser
Roubaram metade de mim
E sem eu saber o porque
Entregaram a você

Quando fizemos amor a primeira vez
Os desejos impulsivos de meu ser
Roubaram a outra metade de mim
E novamente sem eu saber o porque
Entregaram a você

Agora sou toda tua
Nua, inteira e sem disfarce
E mesmo sem eu saber o porque
Me entreguei a você
No prazer de minha carne

Agora nos seu braços
Me acho, me acalmo, relaxo
Me entrego sem pudor
E como num conto de fada
Encontrei minha história de amor

Autor - José Augusto Cavalcante

Um comentário:

Ivana Maria disse...

Embora não seja poeta, ou seja e não saiba, também escrevo poesias e me encanto em ler as poesias de outras pessoas. Adorei as suas. Se quiser dá uma lida nas minhas... vou adorar,saber a sua opinião. Tem também umas matérias em que me atrevo a discutir sobre temas polêmicos ou esclarecedores. Um grande abraço.